Lote 597
Carregando...

Tipo:
Quadros

DURVAL PEREIRA - EXTRAORDINÁRIA PINTURA FINAMENTE EXECUTADA A ÓLEO SOBRE TELA REPRESENTANDO BELÍSSIMA CENA RURAL MEDINDO 90 X 120 CM , ASSINADO NO C.I.D . ACOMPANHA ELEGANTE E CONSERVADA MOLDURA EM MADEIRA DE ÉPOCA MEDINDO 114 X 144 CM . PERFEITO ESTADO DE CONSERVAÇÃO . ARTISTA PREMIADO E CATÁLOGADO . NOTA : Durval Pereira nasceu em 1917, na cidade de São Paulo. Perdeu o pai aos 9 anos e teve de trabalhar para ajudar a sua família, fato que não afastava dos desenhos. Aprendeu retocar fotografias com o Sr. José Piciochi, indo trabalhar como retocador por conta própria e cinegrafista do Governo, sem, no entanto, abandonar a pintura. Em 1944, recebeu o Primeiro Prêmio Menção Honrosa no Salão Paulista de Belas Artes. Foi viver da pintura. Em 1946, estudou artes plásticas na Associação Paulista de Belas Artes. Recebeu inúmeros prêmios e participou de muitas exposições coletivas, dentro e fora do Brasil. Em 1983, nos Estados Unidos, recebeu troféu. Considerado pelos americanos como o maior impressionista dos tempos atuais. CronologiaExposições coletivas:Salão Paulista de Belas Artes (10. : 1944 : São Paulo, SP)Exposição Coletiva da Associação Paulista de Belas Artes (1947 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (13. : 1947 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (14. : 1948 : São Paulo, SP)Exposição Coletiva da Associação Paulista de Belas Artes (1948 : São Paulo, SP)Exposição Coletiva da Associação Paulista de Belas Artes (1949 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (15 : 1949 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (16. : 1951 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (17. : 1952 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (18. : 1953 : São Paulo, SP)Salão do IV Centenário de São Paulo (1954 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (19. : 1954 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (20. : 1956 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (21. : 1957 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (23. : 1958 : São Paulo, SP)Salão Pan-Americano de Arte (1. : 1958 : Porto Alegre, RS)Salão de Belas Artes de Santos (1959 : Santos, SP)Salão Paulista de Belas Artes (26. : 1961 : São Paulo, SP)Exposição Coletiva da Associação Paulista de Belas Artes (1961 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (28. : 1963 : São Paulo, SP)Salão Municipal de Belas Artes (1966 : Jaboticabal, SP)Salão de Belas Artes de Santos (1970 : Santos, SP)Salão Municipal de Belas Artes (1970 : Jaboticabal, SP)Salão Nacional de Arte Moderna (20. : 1971: Rio de Janeiro, RJ)Salão Paulista de Belas Artes (37. : 1972 : São Paulo, SP)Salão Nacional de Arte Moderna (21. : 1972 : Rio de Janeiro, RJ)Salão Oficial de Belas Artes de Rio Claro (1. : 1975 : Rio Claro, SP)Salão Oficial de Belas Artes de Rio Claro (2. : 1976 : Rio Claro, SP)Salão Paulista de Belas Artes (1976 : São Paulo, SP)Salão Oficial de Belas Artes de Rio Claro (4. : 1978 : Rio Claro, SP)Salão de Artes Plásticas de Presidente Prudente (3. : 1980 : Presidente Prudente, SP)Salão Paulista de Belas Artes (44. : 1980 : São Paulo, SP)Salão de Belas Artes de Piracicaba (29. : 1981 : Piracicaba, SP)Mostra de Arte (2. : 1995 : Osasco, SP)Marinhas em Grandes Coleções Paulistas (1998 : Rio de Janeiro, RJ)Iconografia Paulistana em Coleções Particulares (1998 : São Paulo, SP)Pintores do Litoral Paulista (2003 : São Paulo, SP)Salão de Belas Artes de São Paulo (1. : 2008 : São Paulo, SP)

Peça

Visitas: 44

Tipo: Quadros

DURVAL PEREIRA - EXTRAORDINÁRIA PINTURA FINAMENTE EXECUTADA A ÓLEO SOBRE TELA REPRESENTANDO BELÍSSIMA CENA RURAL MEDINDO 90 X 120 CM , ASSINADO NO C.I.D . ACOMPANHA ELEGANTE E CONSERVADA MOLDURA EM MADEIRA DE ÉPOCA MEDINDO 114 X 144 CM . PERFEITO ESTADO DE CONSERVAÇÃO . ARTISTA PREMIADO E CATÁLOGADO . NOTA : Durval Pereira nasceu em 1917, na cidade de São Paulo. Perdeu o pai aos 9 anos e teve de trabalhar para ajudar a sua família, fato que não afastava dos desenhos. Aprendeu retocar fotografias com o Sr. José Piciochi, indo trabalhar como retocador por conta própria e cinegrafista do Governo, sem, no entanto, abandonar a pintura. Em 1944, recebeu o Primeiro Prêmio Menção Honrosa no Salão Paulista de Belas Artes. Foi viver da pintura. Em 1946, estudou artes plásticas na Associação Paulista de Belas Artes. Recebeu inúmeros prêmios e participou de muitas exposições coletivas, dentro e fora do Brasil. Em 1983, nos Estados Unidos, recebeu troféu. Considerado pelos americanos como o maior impressionista dos tempos atuais. CronologiaExposições coletivas:Salão Paulista de Belas Artes (10. : 1944 : São Paulo, SP)Exposição Coletiva da Associação Paulista de Belas Artes (1947 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (13. : 1947 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (14. : 1948 : São Paulo, SP)Exposição Coletiva da Associação Paulista de Belas Artes (1948 : São Paulo, SP)Exposição Coletiva da Associação Paulista de Belas Artes (1949 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (15 : 1949 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (16. : 1951 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (17. : 1952 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (18. : 1953 : São Paulo, SP)Salão do IV Centenário de São Paulo (1954 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (19. : 1954 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (20. : 1956 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (21. : 1957 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (23. : 1958 : São Paulo, SP)Salão Pan-Americano de Arte (1. : 1958 : Porto Alegre, RS)Salão de Belas Artes de Santos (1959 : Santos, SP)Salão Paulista de Belas Artes (26. : 1961 : São Paulo, SP)Exposição Coletiva da Associação Paulista de Belas Artes (1961 : São Paulo, SP)Salão Paulista de Belas Artes (28. : 1963 : São Paulo, SP)Salão Municipal de Belas Artes (1966 : Jaboticabal, SP)Salão de Belas Artes de Santos (1970 : Santos, SP)Salão Municipal de Belas Artes (1970 : Jaboticabal, SP)Salão Nacional de Arte Moderna (20. : 1971: Rio de Janeiro, RJ)Salão Paulista de Belas Artes (37. : 1972 : São Paulo, SP)Salão Nacional de Arte Moderna (21. : 1972 : Rio de Janeiro, RJ)Salão Oficial de Belas Artes de Rio Claro (1. : 1975 : Rio Claro, SP)Salão Oficial de Belas Artes de Rio Claro (2. : 1976 : Rio Claro, SP)Salão Paulista de Belas Artes (1976 : São Paulo, SP)Salão Oficial de Belas Artes de Rio Claro (4. : 1978 : Rio Claro, SP)Salão de Artes Plásticas de Presidente Prudente (3. : 1980 : Presidente Prudente, SP)Salão Paulista de Belas Artes (44. : 1980 : São Paulo, SP)Salão de Belas Artes de Piracicaba (29. : 1981 : Piracicaba, SP)Mostra de Arte (2. : 1995 : Osasco, SP)Marinhas em Grandes Coleções Paulistas (1998 : Rio de Janeiro, RJ)Iconografia Paulistana em Coleções Particulares (1998 : São Paulo, SP)Pintores do Litoral Paulista (2003 : São Paulo, SP)Salão de Belas Artes de São Paulo (1. : 2008 : São Paulo, SP)

Informações

Lance

    • 2 lance(s)

    • R$ 5,700.00

  • Lote Vendido
Termos e Condições
Condições de Pagamento
Frete e Envio
  • TERMOS E CONDIÇÕES

    1ª. As peças que compõem o presente LEILÃO, foram cuidadosamente examinadas pelos organizadores que, solidários com os proprietários das mesmas, se responsabilizam por suas descrições e se reservam no direito de corrigir, excluir lotes com divergências de foto e ou descrições .

    2ª. Em caso eventual de engano na autenticidade de peças, comprovado por peritos idôneos, e mediante laudo assinado, ficará desfeita a venda, desde que a reclamação seja feita em até 5 dias após o término do leilão. Findo o prazo, não será mais admitidas quaisquer reclamação, considerando-se definitiva a venda.

    3ª. As peças estrangeiras serão sempre vendidas como Atribuídas.

    4ª. O Leiloeiro não é proprietário dos lotes, mas o faz em nome de terceiros, que são responsáveis pela licitude e desembaraço dos mesmos.

    5ª. Elaborou-se com esmero o catálogo, cujos lotes se acham descritos de modo objetivo. As peças serão vendidas NO ESTADO em que foram recebidas e expostas. Descrição de estado ou vícios decorrentes do uso será descrito dentro do possível, mas sem obrigação. Pelo que se solicita aos interessados ou seus peritos, prévio e detalhado exame até o dia do pregão. Depois da venda realizada não serão aceitas reclamações quanto ao estado das mesmas nem servirá de alegação para descumprir compromisso firmado.

    6ª. Os leilões obedecem rigorosamente à ordem do catálogo.

    7ª. Ofertas por escrito podem ser feitas antes dos leilões, ou autorizar a lançar em seu nome; o que será feito por funcionário autorizado.

    8ª. Os Organizadores colocarão a título de CORTESIA, de forma gratuita e confidencial, serviço de arrematação pelo telefone e Internet, sem que isto o obrigue legalmente perante falhas de terceiros.

    8.1. LANCES PELA INTERNET: O arrematante poderá efetuar lances automáticos, de tal maneira que, se outro arrematante cobrir sua oferta, o sistema automaticamente gerará um novo lance para aquele arrematante, acrescido do incremento mínimo, até o limite máximo estabelecido pelo arrematante. Os lances automáticos ficarão registrados no sistema com a data em que forem feitos. Os lances ofertados são IRREVOGÁVEIS e IRRETRATÁVEIS. O arrematante é responsável por todos os lances feitos em seu nome, pelo que os lances não podem ser anulados e/ou cancelados em nenhuma hipótese.

    8.2. Em caso de empate entre arrematantes que efetivaram lances no mesmo lote e de mesmo valor, prevalecerá vencedor aquele que lançou primeiro (data e hora do registro do lance no site), devendo ser considerado inclusive que o lance automático fica registrado na data em que foi feito. Para desempate, o lance automático prevalecerá sobre o lance manual.

    9ª. O Organizador se reserva o direito de não aceitar lances de licitante com obrigações pendentes.

    10ª. Adquiridas as peças e assinado pelo arrematante o compromisso de compra, NÃO MAIS SERÃO ADMITIDAS DESISTÊNCIAS sob qualquer alegação.

    11ª. O arremate será sempre em moeda nacional. A progressão dos lances, nunca inferior a 5% do anterior, e sempre em múltiplo de dez. Outro procedimento será sempre por licença do Leiloeiro; o que não cria novação.

    12ª. Em caso de litígio prevalece a palavra do Leiloeiro.

    13ª. As peças adquiridas deverão ser pagas e retiradas IMPRETERIVELMENTE em até 48 horas após o término do leilão, e serão acrescidas da comissão do Leiloeiro, (5%). Não sendo obedecido o prazo previsto, o Leiloeiro poderá dar por desfeita a venda e, por via de EXECUÇÃO JUDICIAL, cobrar sua comissão e a dos organizadores.

    13.1. O leiloeiro Oficial não emite Nota Fiscal eletrônica .

    13.2. Após pagamento será emitido Nota de Arrematação .

    14ª. As despesas com as remessas dos lotes adquiridos, caso estes não possam ser retirados, serão de inteira responsabilidade dos arrematantes. O cálculo de frete, serviços de embalagem e despacho das mercadorias deverão ser considerados junto ao valor do transporte, mediante prévia indicação da empresa responsável pelo transporte e respectivo pagamento dos custos de envio . ECT Correios e Transportadoras não Oferecem seguro contra qualquer tipo de dano .

  • CONDIÇÕES DE PAGAMENTO

    À vista com acréscimo da taxa do leiloeiro de 5%.
    Através de depósito ou transferência bancária em conta a ser enviada por e-mail após o término do leilão.
    O pagamento deverá ser efetuado até 72 após o término do leilão sob risco da venda ser desfeita. Opção de parcelamento online através do Pag Seguro Uol em até 12 vezes com taxa consulte .

  • FRETE E ENVIO

    As despesas com retirada e remessa dos lotes, são de responsabilidade dos arrematantes. Veja nas Condições de Venda do Leilão.
    Despachamos para todos os estados. As embalagens são especiais para minimizar o risco de quebra , a casa adiciona ao valor do transporte a embalagem e translado até a agência mais próxima . Não nos responsabilizamos pela entrega das mercadorias pelo correio ou transportadora. Apenas postamos as mesmas . O custo é arcado pelo arrematante e por conta e risco do mesmo . A ECT CORREIOS E TRANSPORTADORAS NÃO OFERECEM SEGURO CONTRA QUALQUER TIPO DE DANO . SEGURO SOMENTE PARA FURTO, EXTRAVIO .